quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A Casa da Fazenda


A Casa da Fazenda já não existe mais, mas permanece intacta nos corações daqueles que a conheceram e para a geração que não tiveram o privilegio de conhecê-la deixo aqui registrado um pouco da memória deste belo lugar e espero poder contar com a ajuda de todos, parentes e amigos para se poderem colaborar deixar seus comentários, pensamentos e fotos desta Casa maravilhosa.
Ela era branca, na frente na porta principal destacava as iniciais de meu avô e a data de 16/04/1966, data esta segundo meu pai era a data da primeira reforma. A direita tinha a venda e o curral, o pequeno córrego que levava água para o moinho, à esquerda o grande terreiro onde secava os cafés, e o pomar, o paiol aos fundos.
 A Casa da Fazenda era rodeada de belas paisagens, nela minha avó recebia com alegria todos os filhos, netos, bisnetos e amigos da família, que levavam a todos para a cozinha e não deixava faltar aquele cafezinho feito de rapadura.
A Casa da Fazenda era grande, cheia de gente, cheia de vida, quantas histórias e causos não se contaram ali a beira do fogão de lenha, assentados nos enormes bancos.
Hoje a Casa da Fazenda não existe mais, só restaram às fotos e quadros retratando aquela casa e sua bela paisagem.