terça-feira, 29 de maio de 2012

Carnaval vip gospel em Orlando: Brazilian Gospel Festival


Hoje, no programa da Igreja Assembléia de Deus do Bom Retiro (Rede TV, mais ou menos 9h da manhã), o Pr. Jabes de Alencar anunciou mais uma vez o Brazilian Gospel Festival, onde estará pregando, junto com outros, e onde prometem “12 dias de muito louvor e adoração”.

Mas o vídeo da propaganda mostra bem o “louvor e adoração” que ocorrerá naquele lugar:



Vejam… nos primeiros segundos, mostram os artistas gospel louvando e adorando, e em relances aparece a multidão de adoradores. No segundo 47, surgem os pregadores do tal festival e as “melhores bandas” do cenário internacional, que estarão presentes no tal festival, que segundo a propaganda, é para o louvor e adoração (presume-se que de Deus).

Mas atenção. No minuto 1:13, começa a “parte boa” do tal festival (imagino que a melhor para eles, já que utiliza mais que 2/3 do vídeo): um resumo dos passeios, dos parques temáticos, das diversões sem fim em Orlando. Vitrines das melhores lojas, como Nike, Louis Vitton e Banana Republic. Até vôo de helicóptero tem, para quem puder pagar (ou melhor, para os que tiveram fé e receberam a “unção financeira dos últimos dias”). E claro, um dos parques temáticos (The Holy Land Experience) simula os tempos de Jesus, com direito a sepulcro de isopor e encenação da Paixão de Cristo, não esquecendo, é claro, de mostrar o poder da arca da aliança e o templo de Salomão (o da IURD promete ser maior que o de Orlando, os americanos que se cuidem), afinal todo crente em teologia da prosperidade é judaizante.

Realmente, 12 dias inesquecíveis. Finalmente, os cristãos abastados poderão curtir suas férias, e ainda achar que estão fazendo “pra Jesus”. Diversão sem culpa, e ainda com áurea de busca de santidade. E o resto que se exploda, afinal o dinheiro é meu e estou investindo na obra de “deus”.

Não somos contra crente tirar férias. Também não somos contra quem pode pagar ir para Orlando, ou Grécia, ou Egito, ou Afeganistão, se quiser. O que incomoda é usar o nome de Deus para justificar a ida a Orlando ou a qualquer lugar. Se o objetivo fosse evangelização, o festival ou seria um retiro, onde haveria só pregação e louvor, ou seria com passeios a áreas pobres ou não evangelizadas. A Lexus, que organiza o evento, claramente mostra (reveja o vídeo e leia as linhas finais do cartaz) que a viagem inclui a ida aos parques temáticos e 4 (repetindo: quatro) tours de compras. Mais adoração a Mamom que isso, impossível.

Um dia, o Verdadeiro Deus cobrará desses pastores e artistas gospel pelas almas que ajudaram a levar para o inferno, através do ensino e prática da MALDITA Teologia da Prosperidade.

E que Ele tenha misericórdia de mim e de você também, pois como disse o profeta Isaías:

“Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos.” – Isaías 6.5