domingo, 27 de maio de 2012

Elias, Jeremias, Oséias, e a decadência espiritual de Israel.




Graça e paz vos sejam multiplicadas.

Hoje quero desabafar um pouco com voces tres. 
As vezes me sinto como Elias, que num momento de fraqueza correu para uma caverna, devido a total decadência de Israel. Apesar dos 7.000 que não se dobraram a Baal, Elias se sentia sozinho naquele momento de declínio constante, ate chegar na Invasão Assíria. Esta semana estava relendo Oseias, que profetiza tambem ao reino do norte. Neste profeta, dos doze menores, é aonde Deus abre todo o seu coração e expõe de uma maneira singular o seu amor, como em nenhum outro profeta, chamando sempre eles de volta. O pior de tudo é que vemos que não houve arrependimento e sim invasão, disciplina severa de Deus, morte, cativeiro, dois séculos depois das profecias de Oséias. O Senhor do amor e do perdão estava chamando com cordas humanas a Israel, mas eles não se importaram, nem voltaram para seu Pai e Deus.
Hoje sinto que estamos vivendo um período semelhante ao período de Oseias, onde eles, cegos pelo conforto e consequente idolatria que começou em Salomão e depois por Jeroboão, que não soube aproveitar a benção que Deus estava lhe dando (as dez tribos), mas seguiu o caminho que desagradava ao Senhor. Por isso o livro menciona tanto a tribo predominante de Efraim, pois ele (Jeroboão) era desta tribo. "Efraim, que tenho eu com os ídolos". Tambem vemos que temos algo em comum com o povo daquela época, ou seja o conforto e a prosperidade, que quase sempre nos afasta de Deus.
Graças ao Senhor, estamos de pé, com os olhos bem abertos, somente por sua graça e bondade. Estamos aonde estamos, porque ate aqui nos ajudou o Senhor. Temos tambem o conforto, mas não deixamos que ele nos afaste de nosso maior tesouro e porção. 
Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.” –      I Co. 6.12 
“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.” 
I Co.10.23
Me sinto tambem como Jeremias, pois não vejo paixão, sede, busca por Deus e pela comunhão com os irmãos. Vejo religiosidade, mercadores da palavra de Deus. Vejo uma igreja fria, sem brilho, sem unidade. É logico que não posso generalizar, pois Deus não dorme e seu Espirito anda por toda a terra. Aqui os irmãos, que não queriam se envolver com as denominações e queriam um viver da igreja mais condizente com a realidade da palavra, caíram no orgulho, doutrinas deturpadas e muitos divisões no Brasil e mundo inteiro. Quanto aos denominacionais, onde estou hoje pela mão do Senhor, não vemos darem as honras devida a Cristo e a liberdade para o Espirito de Deus agir e se mover na localidade, edificando assim a igreja e ao mesmo tempo alcançando vidas par o reino de Deus. As vezes fico copiando textos inteiros de livros, textos de irmãos preciosos do passado e presente, meditações da palavra, postando para edificação e comunhão da igreja....e o que vemos?? - uma total apatia e indiferença pelas coisas de Deus. Todo mundo que ler frases bem curtas ou chavões. Ninguem quer ganhar tempo com Deus. Aprender mais da palavra, compartilhar as bençãos e as grandezas de Deus, pois a maioria não tem nada de Deus para compartilhar! Nos sites e blogs cristãos, é raro alguem dizer...que benção, essa palavra me edificou ou simplesmente AMEM. Os irmãos se contaminaram com o veneno do mundo, com as artimanhas do inimigo, que coloca todo mundo para correr o dia inteiro que nem zumbis, enchendo-os com muitos afazeres. Me recuso a ficar em Laudiceia ou Esmirna! Quero a todo custo ficar em Filadelfia. Quero e continuarei lutando pela santificação e para estar "entre aqueles que te amam. Entre aqueles que proclamam teus louvores entre todas as nações". 
Queria tanto ver de novo, uma igreja triunfante, brilhante, exultante, cheia do Espírito Santo, que proclama e louva a todo tempo a Deus, mas infelizmente, como o Senhor nos advertiu, estamos vivendo o tempo que a iniquidade se multiplicaria e o amor esfriaria em quase todos. As vezes tenho vontade de gastar meu tempo só lendo e meditando na palavra e orando. Mas por outro lado, somos profetas e embaixadores de Deus, e não podemos ficar calados.
Amem irmãos, orem por mim e pela minha cidade Maringá e pelo estado do Paraná. Tambem pelo RS que é o lugar com menor numero de cristãos do Brasil. 
Senhor, tem misericórdia da tua igreja nesta noite tão fria e escura! 
abraços a todos,...no amor fraternal e na comunhão da igreja,

Daniel Prado Carneiro