sábado, 23 de junho de 2012

Ex-pastor mostra pontos que o fizeram desacreditar da existência de Deus

Ele contou com a ajuda do Projeto Clero para conseguir assumir sua nova posição e enfrentar os preconceitos 
Mais um pastor foi encorajado pelo Projeto Clero para assumir que não acredita mais em Deus. Dessa vez quem está viajando pelo mundo para contar sua conversão ao ateísmo é o pastor Jerry DeWitt que ficou famoso no estado de Louisiana, Estados Unidos, por pregar o pentecostalismo.
“O projeto me deu confiança para deixar de ser pastor” disse ele que hoje tem como ouvintes agnósticos, humanistas, ateus e pessoas que não se identificam com nenhuma religião. “Eu sabia que não estava sozinho, que não era um acaso, que eu não era uma aberração de natureza religiosa”, disse DeWitt.
Em suas palestras ele conta como passou a desacreditar em Deus, relatando que o ponto alto foi quando tinha que condenar os fiéis ao inferno para falar sobre pecado. “Eu estava dizendo a pessoas de quem eu gostava que elas poderiam arder no inferno, o que não foi fácil para mim”.
Mas esse não foi o único motivo para fazê-lo desistir da fé, DeWitt conta que começou a se assustar com o suposto poder da oração, já que os fiéis oravam com fervor para conseguir emprego e cura física, mas não apresentavam melhoras. O fracasso dessas pessoas abalou ainda mais a fé do pastor.
Agora ele é diretor da Recovering for Religion, uma entidade que atua desde 2009 ajudando os sacerdotes que não acreditam mais na religião a mudarem suas vidas, já que eles costumam enfrentar muitas dificuldades e preconceito.
Quem assiste a suas palestras o ouve contar que também passou a desacreditar nas contradições encontradas na Bíblia, depois de anos como sacerdote ele passou a pesquisar outras religiões e traduções da Bíblia para tentar encontrar a resposta para a existência de Deus, mas não conseguiu mudar seu conceito.
Com informações Paulopes
http://noticias.gospelprime.com.br