sábado, 21 de julho de 2012

Dinheiro: cristãos devem vigiar para não fazer dele um deus, diz pastor

 

 Visto como uma bênção de Deus por muitos e demonizado por alguns, o dinheiro sempre foi objeto de controvérsia no meio cristão.  “O dinheiro traz uma sensação de poder, ele compra os caminhos em que passa. É necessária a experiência do que significa ter ou não ter para avaliar a questão”, avalia o pastor Newton Carpintero, pregador de igrejas protestantes nos EUA e Brasil.
“O dinheiro é bênção quando você não entrega sua vida por ele e não baseia sua força nele”, completa Carpintero. O líder religioso também diz que valores financeiros podem se tornar uma bênção quando quem os possui os utilizam para abençoar as pessoas. “A palavra de Deus diz: é melhor dar do que receber”, lembra o pastor.
Por outro lado, o dinheiro pode se tornar uma maldição quando a pessoa que o possui o vê como um deus, explica o pregador. Para ele, os valores materiais modificam a estrutura do coração do homem por ser um dos maiores motivos de disputa na vida de quem quer que seja.
Ele recomenda a vigilância quanto à manutenção e necessidades de valores e posses.
Contrário ao que prega a Teologia da Prosperidade, hoje praticada por diversas denominações, Carpintero lembra que essa linha teológica, que considera “uma grande aramadilha” não é exclusividade do Brasil.
“Os EUA, devido à sua prosperidade material, acabou dando muita ênfase na questão dos valores materiais, deixando os espirituais de lado”, diz.
Ele avalia que a igreja tem se distanciado de Deus pela orgia da preocupação com valores e menos com as vidas. “As vidas tornaram-se um grande motivo para se produzir dinheiro. Os valores estão distantes dos valores de Deus”, observa.
Ele finaliza dizendo que o cristão deve ter outras preocupações além dos bens materiais. “Além de obedecermos a Deus e sermos bons mordomos dos bens deixados por Ele, devemos obedecer a Deus em sua ordenança de evangelizar e fazer discípulos entre as nações”, conclui.
Pastor Newton escreve periodicamente sobre assuntos teológicos no blog www.pastornewton.com.