segunda-feira, 27 de agosto de 2012

PAULO TINHA UMA VISÃO, QUE NÃO TRAZIA CONFUSÃO, MAS LEVAVA PARA A VERDADEIRA DIREÇÃO.


“Mas o que para mim era ganho REPUTEI- O perda por Cristo. E, NA VERDADE, TENHO TAMBEM POR PERDA TODAS AS COISAS, PELA EXCELÊNCIA DO CONHECIMENTO DE CRISTO JESUS, MEU SENHOR; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, PARA QUE POSSA GANHAR MAIS DE CRISTO, E SEJA ACHADO NELE, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé; PARA CONHECÊ-LO, e à virtude da sua ressurreição, e à comunicação de suas aflições, sendo feito conforme à sua morte;
Para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dentre os mortos. Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; MAS PROSSIGO PARA ALCANÇAR AQUILO PARA O QUE FUI TAMBEM PRESO POR CRISTO JESUS.
Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, PROSSIGO PARA O ALVO, PELO PRÊMIO DA SOBERANA VOCAÇÃO DE DEUS EM CRISTO JESUS.
Por isso todos quantos já somos perfeitos, [pois Deus e sua palavra é perfeita], sintamos isto mesmo; e, se sentis alguma coisa de outra maneira [alimente-se mais da verdade e da vida de Cristo], também Deus vo-lo revelará.
Mas, naquilo a que já chegamos, andemos segundo a mesma regra, e sintamos o mesmo [pois na unidade do Espírito não existe divisão].
Sede também meus imitadores [como sou de Cristo], irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam. Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, Cujo fim é a perdição; CUJO DEUS É O VENTRE, E CUJA GLÓRIA É PARA CONFUSÃO deles, que só pensam nas coisas terrenas.
Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, SEGUNDO O SEU EFICAZ PODER DE SUJEITAR TAMBEM A SI TODAS AS COISAS.” – Carta aos Filipenses. 3:7-21