quarta-feira, 29 de agosto de 2012

SOU O QUE SOU...

São tantas as pessoas que passam pela nossa vida, muitas até não temos indimidade de falar sobre determinados assuntos e hoje através dos meios de comunicação os laços se estreitam e em questões de segundos ali estamos na casa do irmão, na casa de um familiar, de um amigo, etc. E isto é normal, mas também não podemos esquecer as normas de civilidade, temos o dever de nos apresentar.
Mas como fazer? Aqueles que são mais próximo sabem que eu sou apenas um amigo que gosta de escrever, sabem que sou policial, sabem que sou Cristão Evangeligo, sabem que sou homem como todos e sabem que não sou nada.
Então nos deparamos com está passagem escrita no Livro da Vida, onde o Irmão Paulo movido pelo Espirito Santo narra aos irmãos da cidade de Corinto que ele era o menor daqueles que seguiam ao Senhor Jesus Cristo. Paulo dizia: “porque eu sou o menor dos apóstolos, que mesmo não sou digno de ser chamado apóstolo, pois persegui a igreja de Deus. Mas, pela graça de Deus, sou o que sou...” (1 Co 15:9-10).
Um fariseu zeloso que perseguia a Igreja Cristã, a ponto de capturar e perseguir os crentes. Deste modo, ele não se sentia digno de ser chamado apostolo de Cristo. Ele sabia que na sua caminhada para ser digno de ser cristão teria que ser o ultimo. E ele começa a referir-se a si mesmo como o menor dos santos: “a mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo...” (Ef 3:8).
Paulo era humilde, ele sabia que havia trabalhado arduamente e realizado muito, mas somente porque Deus lhe havia concedido sua bondade e graça. A verdadeira humildade não consiste em nos considerarmos indignos, e sim em reconhecermos a obra de Deus em nossa vida. A humildade consiste em estarmos cientes de quem sob a perspectiva de Deus e em reconhecermos sua graça no desenvolvimento de nossas habilidades.
Paulo escreveu sobre trabalhar mais do que os outros apostolos e não se trata de uma ostentação arrogante, porque paulo sabia que seu poder vinha de Deus. Além do mais, em virtude de sua proeminente posição como farizeu, sua conversão o tornou objeto de sua perseguição maior, no entanto uma perseguição poderosa que transformou seus sentimentos e percepções acerca de si mesmo. Ai acontece o inevitável, Paulo se apresenta de forma acertada para quem realmente conhece a Deus. Agora ele diz: “Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jeus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.” (1 Tm 1:15).
quero apenas dizer a você que eu sou pobre e miseravel homem sou, mas um homem resgatado por Jesus Cristo. Sua graça nos faz maravilhas e seu amor coloca a cada um de nos a sua dispocição para servi-lo apesar de nossas imperfeições. Ele nos aceitou e nos deu a graça de sermos servos aqui e em toda a parte. E por este motivo e por esta graça imerecida que eu convido a todos a andar por esta estrada servindo a Deus, servindo a todos a nossa volta como instrumentos de justiça e amor .

A Paz do Senhor
Wanderson Martins de Santana