sábado, 13 de outubro de 2012

Transformando Bênção em Maldição


II Rs 18:4“Removeu os altos, quebrou as colunas e deitou abaixo o poste-ídolo; e fez em pedaços a serpente de bronze que Moisés fizera, porque até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso e lhe chamavam Neustã”.
Deus em várias ocasiões manifestou o Seu Poder transformando a Maldição em Bênção.
O Homem tem a capacidade de fazer o contrário: Transformar a Bênção em Maldição.
Deus nos dá a benção, mas quando a transformamos em ídolo, em algumas ocasiões Ele mesmo a tira de nós.
- O Templo: Constrói o templo para ser casa de Oração , mas os homens transformaram em covil esconderijo de ladrões (Mt.21:12-13).Deus envia alguém para destruí-lo... (Lc.21:5-6).

- A Serpente de metal: Instrumento usado por Deus para abençoar, para dar vida ao povo.
E o povo falou contra Deus e contra Moisés: Por que nos fizestes subir do Egito para que morrêssemos neste deserto? Pois aqui nem pão nem água há; e a nossa alma tem fastio deste pão tão vil. Então o SENHOR mandou entre o povo serpentes ardentes, que picaram o povo; e morreu muita gente em Israel. Por isso o povo veio a Moisés, e disse: Havemos pecado porquanto temos falado contra o SENHOR e contra ti; ora ao SENHOR que tire de nós estas serpentes. Então Moisés orou pelo povo. E disse o SENHOR a Moisés: Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia”. (Números 21:5-9)
O tempo passa e o povo transforma aquele objeto em um ídolo: Deus então levanta alguém para destruir aquele ídolo.
Padronizando o mover de Deus: O povo viu o milagre e começou a estudar o milagre até que chegaram a uma formula de milagre: “É só colocar a serpente no pau, olhar para ela que seremos curados”.
Deus usou a serpente de bronze, o lenço de Paulo, a sombra de Pedro e o cuspe de Jesus para curar. Porém, quando transformamos a “multiforme graça de Deus” em regra, a obra divina passa a ser obra humana, a serpente de bronze vira Neustã (significado de Neustã = pedaço de bronze). Deus curou usando a serpente um dia, mas não estabeleceu o ministério da cura através da serpente assim como Paulo,Pedro e Jesus não disseram: “Para curar tem que ter um cuspe, sombra do homem ou um lenço”. Só que atualmente os muitos ministros só conseguem orar com o povo usando copos com água e muitas outras coisas materiais. Segundo eles, isto é um “ponto de contato” que estimulará a fé do povo. Mas Deus não usou a serpente para servir de ponto de contacto para estimular a fé, porque a essência da fé é crer no que não vejo, se vi deixou de ser fé. A serpente era um símbolo para apontar a Cristo, pois Ele se fez maldito (como a serpente) sobre o madeiro, para nos dar vida, para curar a maior enfermidade: a enfermidade da alma; o pecado; em outras palavras aquilo era uma profecia.
     Se soubéssemos a regra básica de como Deus age, nem precisaríamos dele.
Por isto Ele está sempre fazendo algo novo, para que precisemos depender dele.

         - Emprego: Não é pequena a lista de crentes que antes, eram fiéis, fervorosos, e buscaram de Deus uma porta de emprego; Deus deu a bênção, aí transformaram a bênção em uma maldição, agora o emprego, o cansaço físico é motivo para não ir mais à Igreja. Pessoalmente, conheço muitos assim.
        - Família:
Alguns exemplos:
- Uma irmã estéril; Deus operou um milagre dando um filho;outra teve problemas na gravidez e Deus operou um milagre ; agora a criança é motivo de não ir à Igreja, pois é muito “elétrica”, dá muito trabalho.
- Uma irmã orou anos pela Salvação do marido; o marido se converteu, abandonou os vícios, adultério, etc... se tornou um Obreiro... agora ela só fica reclamando que tudo dele agora é Igreja.
         - Internet: O irmão conseguiu casar; muito satisfeito por comprar um computador e colocar Internet, pois agora ele poderia fazer melhor os trabalhos da Igreja. Recém-casado, quase perdeu seu casamento, pois começou deixar a esposa dormir sozinha, pois ele virava noite na Internet.
Temos conhecimento de alguns casos em que o casamento acabou mesmo.

Se Deus dá e Ele mesmo toma de volta, qual é o caminho para não perdermos aquilo que o Senhor nos deu? Dando de volta para ele. Deus deu Isaque, mas depois o pediu de volta. E o que Abraão fez? Obedeceu. Com esta atitude Abraão esta dizendo: “Senhor, não há nenhuma benção que seja melhor do que o abençoador. O Senhor me deu Isaque, mas ele não vai se tornar um Deus pra mim. Por isto, se quiser levar, leve-o”. E é aí que Deus diz para o pai da fé: “Não, pode ficar com ele”.

Gustavo Rodrigues Gonçalves

BLOG PALAVRA A SERIO