domingo, 7 de outubro de 2012

UM HOMEM LIVRE PARA IR ATE O CÉU


Paulo estava preso por causa do evangelho, mas na sua prisão havia uma contradição que o mundo não pode compreender, pois ele dizia também que "O Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade."- II Cor 3:17. Paulo sabia que quanto mais as dificuldades e aflições vinham, mais ele poderia através destas circunstâncias "conhecê-LO, e às virtudes da sua ressurreição."- Fil. 3:10. Nunca, na sua gloriosa comunhão com Deus, nada impediu que Paulo avançasse mais e mais nas profundezas de Deus, "porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus." - I Cor. 2:10. No seu caminho de triunfo em Cristo, Paulo foi alem da prisão, alem de si mesmo, alem de toda limitação humana, na liberdade que há em Deus, onde ele diz humildemente que conhecia "um homem em Cristo foi arrebatado ao terceiro céu. Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar. De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas." - II Cor. 12:2-5

- Daniel Prado Carneiro - 06.10.12

Palavras inspirada esta do irmão Daniel Prado Carneiro, mas tenho que tecer também um comentário. Formamos todos um único corpo, diz Paulo. A Unidade não acontece por acaso, temos que trabalhar para alcançá-la. Muitas vezes as diferenças entre as pessoas levam a dissensão, mas isso não deve acontecer na Igreja, pois o Senhor nos deu a liberdade. Em vez de nos concentramos naquilo que nos divide, devemos nos lembrar daquilo que nos une, um corpo, um espírito, um Senhor, uma fé, um batismo, um Deus!