terça-feira, 27 de novembro de 2012

"Aguardamos com serenidade", diz direção da Igreja Maranata

A direção da Igreja Maranata informou, na noite de ontem, que "recebe com serenidade" as operações realizadas pelo Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público, e pela Polícia Federal.

Por intermédio de nota oficial, a instituição avalia ainda que esta "será uma importante oportunidade para que as dúvidas levantadas a respeito da idoneidade da instituição e dos seus gestores sejam eliminadas de uma vez por todas", diz o texto.

Acrescenta ainda que, desde que surgiram as denúncias, adotou "as medidas necessárias e cabíveis foram". E mais: que se colocou "à disposição das autoridades, levando até as mesmas as denúncias e solicitando a averiguação dos fatos". Por fim, acrescenta que reafirma a "disposição em contribuir para o esclarecimento das denúncias e a sua confiança no trabalho do Ministério Público e da Justiça".
Vilmara Fernandes
vfernandes@redegazeta.com.br

Irmãos, amigos e queridos leitores , as noticias nos meios de comunicação "MIDIA", tem que cumprir seu papel de informar eles vendem matéria, noticias, mas a Jornalistas serios. a materia acima publicada no jornal Gazeta mostra esta seriedade, mostra deste o final do ano passado até a presente data informações corretas. portanto não se apalem com noticias de internet, facebbocl, e-mail e blogs de pessoas que não trazem dentro de seus corações as marcas de Cristo. E u um simples homem, não denho autorização de falar em nome da Igreja ICM, mas para mim tudo está claro. O Prebiterio desde o inicio tem denunciado tem pedido para que as investicações venham a ocorrer, pois não tem nada a esconder. 
procurem neste periodo de turbulencia lerem pela internet blogs de irmãos serios como "Palavra a Serio do irmão Gabriel Felipe e outros, não se deixem levar por discições infundadas, na materia acima grifei sobre o que o prebiterio disse a imprensa.
"Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos."
2 Coríntios 4:8-9
Irmãos, a paz do Senhor Jesus! Estamos vivendo, agora, um momento de lutas e perseguições. O nosso adversário está se levantando, mas "maior é que está em nós do que o que está no mundo", não é isso? Não vamos entrar em contendas e discussões com pessoas que nos deixaram e que estão nos deixando se sentindo "envenrgonhadas". Temos, porventura, algo para sentirmos vergonha? temos , a partir de então, uma causa a mais para incluirmos em nossas orações. A Obra é de Deus ou de homens? Quem nos chamou e nos trouxe para a sua presença com mão forte?

Wanderson Santana