terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Manifeto de Apoio e Solidariedade ao Presidente da ICM



“Somos testemunhas de que o Pastor Gedelti Victalino Teixeira Gueiros é homem probo, honesto a toda prova trabalhador incansável, que tem dedicado toda a sua vida à causa do Evangelho, e, há mais de quarenta anos, à frente da Igreja Cristã Maranata, inicialmente como seu vice-presidente, e por fim, como seu presidente. Para tais funções, foi regularmente eleito, em assembléia geral, sem qualquer remuneração ou retribuição, uma vez que sempre viveu dos frutos do seu trabalho secular, no exercício da profissão de odontologo e de professor universitário, como pessoa de reputação ilibada e diante da inexistência da prática de ato que possa desaboná-lo.
Não há a mínima razão para questionar o rigor da postura do Pastor Geldeti Victalinos Teixeira Gueiros, no que concerne ao seu posicionamento á frente da entidade, a menos que se pretenda desestabilizar o trabalho que vem sendo transparente realizado pela ICM-PES, na pessoa de seu presidente. Em nenhum momento o presidente foi omisso, mas sempre tomou a defesa intransigente dos princípios bíblicos e dos interesses da instituição.
Somos testemunhas de que, em outubro de 2011, ao tomar conhecimentos das primeiras informações, ainda que anônimas, o presidente determinou as seguintes providencias:
1)    Instauração de procedimentos interno administrativo;
2)    Atendendo a contratação de uma auditoria independente;
3)    Afastamento das pessoas em tese envolvidas de suas funções na administração;
4)    Oficio às autoridades competentes para conhecimento e apuração dos fatos, com encaminhamento de cópias da documentação pertinente;
5)    Ajuizamento de ações judiciais.
Assim, firmo o convencimento de sua capacidade, conhecimento, lisura e ilibada idoneidade com que sempre tratou os assuntos espirituais e administrativos dessa honrada entidade, a fim de que a comunidade cristã, que ora representa, possa ter acesso e desfrutar do pleno e genuíno conhecimento das Escrituras Sagradas.
“Creio que o presente manifesto está sendo subscrito, em cada coração, por todos os membros da ICM-PES em todo o Brasil e no exterior”.
A todos que assim pensam, difulguem e encaminhe com seu nome ao e-mail ao Presbitério.

Wanderson Martins de Santana
Policial Militar do Estado de Minas Gerais
Lotado na 21ª Cia PM Ind de Ponte Nova
Na Função de Obreiro.