terça-feira, 9 de abril de 2013

Da Oliveira para a Candeia




E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. 

Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. 
Mateus 25: 8,9

A palavra do Senhor nos diz que a ciência do homem é loucura pra Deus, e a ciência de Deus é loucura para os homens; o prudente que o Senhor se refere é louco aos olhos do mundo, é maravilhoso quando paramos para entender as coisas celestiais, e a cada dia entendemos mais, o pobre homem que somos, e quão rico é o nosso Deus em sabedoria e misericórdia.
O homem não entende que quando mais “dele”, menos entendimento alcança, a cerca de Deus. O Senhor fala a respeito de dois grupos aparentemente iguais, para quem está de fora destes grupos não ver nenhuma diferença.
Os dois grupos:
Eram noivas / Tiveram o chamado, e vestiram as vestes de salvação
 Tinham candeias / Coração preparado para o óleo do Espírito
Foram convocadas para as bodas / tiveram a consciência do reino dos céus
Estavam vivendo a mesma noite / presenciaram os sinais proféticos  (no mundo),que atencede ao arrebatamento.
Escutaram o brado da vinda do noivo/ presenciaram os sinais proféticos (escrito na palavra) apontando a volta do Senhor.
Suas candeias provaram do óleo / tiveram a oportunidade de ser dirigidas pelo Espírito Santo.
Mas qual era a diferença?
A falta de óleo na hora da saída, tão simples, mas ao mesmo tempo sério, alguns pensam que um grupo é o mundo e o outro grupo é as igrejas que estão em toda a terra; ao lermos a palavra vemos que as dez noivas fala de igrejas, povo separado para viver com o Senhor na eternidade.
É verdade que a igreja prudente, a que alcançou a benção de estar com o noivo, viveu toda a sua vida terrena aos pés do Senhor e buscou constantemente a direção do Espírito Santo, e por isso não foi deixada.
Na palavra vemos detalhadamente como é adquirido este óleo; Jesus se compara com muitas figuras, o Cordeiro, a Videira, o Filho do homem, o Bom Pastor, e aqui nesta carta paulina endereçada aos Romanos 11:24 diz:  Porque, se tu foste cortado do natural zambujeiro e, contra a natureza, enxertado na boa oliveira, quanto mais esses, que são naturais, serão enxertados na sua própria oliveira! 
Paulo compara Jesus com a Boa Oliveira, e não foi em vão a passagem de Jesus no Getsemani, no lagar do azeite, e cumpre a palavra do profeta: “PISEI NO LAGAR SOZINHO”, sim eLe foi moído para que nossa candeia de barro se enchesse deste óleo.
Mas o projeto de Deus não para por aí; a candeia sempre foi o homem, frágil, tem que ser levado, ou seja, é dependente. Agora é preciso acender a candeia, o Senhor diz para a igreja que não se ausentasse de Jerusalém até que do alto fossem revestidos de poder, que é o próprio fogo.
Então no dia de Pentecoste as candeias são acesa, e até o dia de hoje este fogo tem aquecido e iluminado os corações daqueles que o teme.
Voltando as virgens, agora entendemos porque as loucas não tinham o azeite; era a falta da experiência do culto diário, o Clamor pelo sangue de Jesus, o Batismo com o Espírito Santo, Dons Espirituais no Corpo...
Só assim podemos entrar nas Bodas do Cordeiro, o azeite tem que ser fabricado dia após dia em nossas vidas; Jesus morreu uma vez só, na verdade foi mesmo, más o sangue traça a palavra de Deus de eternidade a eternidade. 

MARANATA O REI VEM!!!

por Daniel Santos
http://bibliaapalavradedeus.blogspot.com.br/