quarta-feira, 3 de julho de 2013

Administração da igreja volta às mãos do Conselho Presbiteral e dos antigos diretores


Foto: A Gazeta/Arquivo
A Gazeta/Arquivo
Desde março, a administração da igreja passou pelas mãos de dois interventores
A intervenção na Maranata foi suspensa, na tarde de ontem, por decisão do desembargador José Luiz Barreto Vivas. A administração da igreja volta para as mãos do Conselho Presbiteral e dos antigos diretores.

 A liminar concedida suspende a intervenção, solicitada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), até que o mérito do caso possa ser julgado.