quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Bíblia A Palavra De Deus: ... TESOURO EM VASOS DE BARRO...




TEMOS, PORÉM, ESTE TESOURO EM VASOS DE BARRO...


II Coríntios 4: 7-10


         INTRODUÇÃO

A preocupação do apóstolo Paulo com as igrejas era muito grande. Ele sempre estava pensando na sua situação e na sua caminhada, para que ela fosse segura e contínua.

Apesar de toda a sua cultura e capacidade, Paulo procurou mostrar para a a igreja que ele era um simples vaso de barro, assim como todos os membros da mesma. Um vaso de barro frágil, mas que tinha um tesouro dentro de si. Se o vaso viesse a quebrar, tudo que havia dentro dele se derramaria, por isso era preciso ter cuidado para não quebrar o vaso e não perder o tesouro.

         DESENVOLVIMENTO

Jesus disse que neste mundo teríamos aflições, e na verdade isso tem acontecido. As aflições e tribulações vêm de fora e elas tentam se instalar no nosso interior.

Mas a angústia não pode nos atingir, porque ela vem de dentro do coração, e dentro de nós está o tesouro, que é o Senhor Jesus, e onde Jesus está não deve haver espaço para a angústia.

Muitas vezes somos assaltados pela perplexidade (surpresas), são fatos, notícias, e  enfermidades que surgem de repente, sem que estejamos esperando, e essas coisas vêm para atingir o vaso e quebra-lo.

Outras vezes somos perseguidos e também nos sentimos abatidos, mas em momento algum podemos desanimar. O Senhor Jesus disse que nós jamais seríamos desamparados nem destruídos, pois dentro de nós havia um tesouro de valor incalculável, que nos dá a capacidade de resistir e suportar todas as coisas. Quando nos lembramos da bênção que o Senhor nos deu quando cremos nele, imediatamente nos conscientizamos de que nada pode roubar esse tesouro que temos dentro de nós.

         CONCLUSÃO

Diante de todas as provas desta vida é preciso preservar o tesouro, mantendo o vaso intacto, através de morte do ego e do velho homem.


Somente assim o tesouro será mantido no nosso coração.