“O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.” – Sl. 18.30

Ao crermos de todo coração na palavra, iremos constatar, mesmo contra todas as nossas impressões, que tudo que acontece em nossas vidas tem a “perfeição” de Deus. Perfeição que as vezes nos leva a confrontar a Deus  quando olhamos tudo que nos ocorre sem os olhos da fé. Os olhos da fé aceitam com submissão, gratidão e adoração a Deus, por tudo que ele permite acontecer em nossas vidas. Enquanto buscamos respostas e sentido para o caminho percorrido, não vemos o brilho da perfeição, mas o cuidado e a fidelidade do Pai nos assegura que tudo que ocorre em nossas vidas tem o toque especial da perfeição daquele que é a plenitude que preenche todas as coisas. Quando desistimos de lutar, na nossa limitação humana, então descansaremos na palavra que diz que nossos pensamentos não são os dele, nem os nossos caminhos os seus caminhos. Então a palavra de Deus precisa ser provada, não para aquele que é justo e perfeito, mas para nós, que ainda não provamos por completo que Deus tem todas as coisas sob seu controle e que sua palavra é poderosa para ser cumprida em cada vírgula ou acento de todas as suas muitas e grandiosas promessas para nós. Ainda que a tempestade não terminou, o deserto continua escaldante, a portas continuam fechadas, as respostas ainda não vieram, a dor continua, a perda foi irreparável, mas minha fé não se abalou nem diante da morte, pois agora sei que Deus dirige o meu caminho, então posso abrigar-me num amor fiel, num amigo que nunca me abandona, na palavra que é escudo e rochedo para todos os que nela se refugiam, seja na dor que não se explica ou na alegria que descansa, pois seu caminho é perfeito para nós.

Daniel Prado Carneiro – 16.07.2012