terça-feira, 4 de setembro de 2012

É possível reconhecer quem é crente pelas roupas?



I Tm 2.9-10: quero que, do mesmo modo, as mulheres se ataviem (se enfeitem) com traje decoroso, com modéstia e sobriedade, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos dispendiosos, mas com boas obras”
I Pd 3.1-5: “Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor. Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário; seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de Deus. Pois foi assim também que a si mesmas se ataviaram, outrora, as santas mulheres que esperavam em Deus, estando submissas a seu próprio marido,”

Vamos aqui tratar de um assunto polêmico e como é polêmico, já me vejo sendo criticado por muitos de meus irmãos e elogiado por outra parte. Mais é difícil ficar calado diante de tanta hipocrisia no meio evangélico de um modo geral.
Tantos comentários têm ouvido a respeito de veste, mas num ponto sou obrigado a concordar, pois no texto em epígrafe, por exemplo, concordo plenamente, pois faz parte da Palavra de Deus, o que sou contra é a falsidade de certos irmãos ou irmãs que ao depararem com certa irmã de calça viram até as costas, nem cumprimenta, mas quando a irmã está de Saia vem ela “a irmãzinha A Paz do Senhor, como você está linda”. Será possível que está irmã não tem discernimento não?
Sabia é a irmã que está de calça, pois teve sabedoria em usar uma calça comprida em vez de usar uma saia que se fosse usar em seu local de trabalho iria lhe trazer vários constrangimentos como, por exemplo, subir em uma escada. Não foi uma e nem duas vezes que já vi irmãs servas usando saia, mas sentindo constrangidas por estarem no alto de uma escada e com medo, pois em baixo vários marmanjos a olhar para ela.
É bíblico que nenhuma mulher deva se vestir para aparecer, ou se exibir. Devem-se evitar roupas extravagantes, curtas e justas demais. Isso tem a intenção de mostrar o corpo e provocar a sensualidade e quantas vezes vejo mulher de saias e se repararmos ta mais indecente do que aquela que correndo entra na Igreja de calça por causa do trabalho, pois não da tempo de trocar de roupa.
Mas vamos entender o significado de vaidade. Segundo o Dicionário da Bíblia de Almeida, vaidade é: Desejo exagerado de atrair a atenção. Portanto quando a pessoa se produz para atrair a atenção, está em vaidade. Mas isso não significa que ela não precisa se cuidar e manter uma boa aparência, até mesmo por uma questão de testemunho.
Lembra de José, quando foi se apresentar para Faraó?
Então o rei mandou chamar José, e foram depressa tirá-lo da cadeia. Ele fez a barba, trocou de roupa e se apresentou ao rei.”Gn 41.14
José se arrumou para se apresentar ao Faraó, trocando de roupa e fazendo a barba. Isso não foi vaidade, mas estar com boa aparência.  
As pessoas do mundo examinam o crente. Ninguém vai querer se converter para ficar com ma aparência. Uma ma aparência, é um mau testemunho.
Queria que pensasse: porque Deus determinou que as mulheres que saíram do Egito, levassem as jóias das Egípcias? Se as jóias fossem algo que não agradasse a Deus, Ele teria mandado destruir.
Veja também essa passagem Bíblica sobre a mulher em Cantares 1:
Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço, com os colares. Enfeites de ouro te faremos, com incrustações de prata.”
Essas citações dizem que o marido se agrada da mulher bem arrumada, de forma que seja agradável pra ele. É bíblico.
Portanto diante de todo o contexto bíblico, conclui-se que a mulher extravagante está no pecado da vaidade, mas isso não significa que não deva se cuidar e estar agradável para o marido. Mas que roupa então o crente deve usar?
A Bíblia diz em Dt 22.5 que o homem não deve usar roupa de mulher e a mulher não deve usar roupa de homem. Se travestir do sexo oposto é pecado. 
A mulher não usará roupa de homem, nem o homem roupa de mulher, pois quem faz tal coisa é abominável ao Senhor teu Deus”
A grande questão é o que é afinal roupa de mulher e de homem?
O que classifica a roupa feminina e masculina é a cultura de cada região.
Alguns países como a Escócia, os homens usam saia. Em outros, existem leis que proíbe que as mulheres usem saias; e se recordamos as roupas nos tempos bíblicos - as túnicas; pareciam grandes vestidos.
Não é o uso da saia ou da calça que determinará se o crente está com a vestimenta de acordo com os padrões bíblicos, mas a intenção no coração em usar a roupa adequada e não se travestir do sexo oposto.
Para melhor ilustrar o que quero dizer vou resumir aqui certa historia que li, a respeito de um príncipe e um monge (ou coloquem aqui o personagem que quiserem). Bom este príncipe estava ali quieto em seu palácio e o monge chega perto e começa a falar. “O Senhor está muito apegado as coisas materiais, sua roupa é muito luxuosa, você tem que se desligar dos bens materiais, etc.”. E o Príncipe ali escutando tudo pacientemente quando de repente o sermão do monge é interrompido pela gritaria de um incêndio e em poucos segundos o palácio está todo em chamas e o monge ali inquieto gritando socorro ajudem apaguem o fogo. E o príncipe ali quieto, tranqüilo, impassível vendo o monge, a gritaria do monge, então o príncipe chama o monge e disse: aqui eu acabo de me tornar pobre, pois toda a minha riqueza estava ai dentro e agora não tenho nada, mas posso saber por que você está tão nervoso, correndo de um lado por outro tentando apagar o fogo? A resposta do inquieto monge foi: “É que meu manto ficou lá dentro!”.
Estão agora me compreendem que aparência interior não retrata o que há no coração da pessoa.
Há muitos cristãos que estão tão apegados á sua maneira de vestir que quando alguém lhes cumprimenta com a PAZ DO SENHOR eles não respondem por que a irmã está de calça.
Você deve cumprimentar seu irmão, seu próximo com a PAZ DO SENHOR se você realmente a tem dentro de seu coração. E se você tem está paz deve não somente cumprimentar seu irmão de Igreja, mas a todos o que o cercam idenpendentes da crença que professa OU ROUPA QUE ESTEJA VESTINDO.
O servo de Abraão deu a Rebeca um pendente de ouro e duas pulseiras quando a encontrou para ser esposa de Isaque (Gn 24). Não quero com tudo isso defender as cristãs que mais parecem árvore de natal, de tantas coisas que têm penduradas. Apenas quero mostrar que a pregação que muitos fazem acerca dessas coisas é exagerada e só serve para exaltar a carne naqueles que se esforçam a se vestir com simplicidade.