domingo, 16 de setembro de 2012

ENCOMENDO-VOS A DEUS E À PALAVRA DA SUA GRAÇA


“Porque já Paulo tinha determinado passar ao largo de Éfeso, para não gastar tempo na Ásia. Apressava-se, pois, para estar, se lhe fosse possível, em Jerusalém no dia de Pentecostes. E de Mileto mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja. E, logo que chegaram junto dele, disse-lhes: Vós bem sabeis, desde o primeiro dia em que entrei na Ásia, como em todo esse tempo me portei no meio de vós, Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram; Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar Publicamente e pelas casas, Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo.” - Atos 20:16-21
Nesta despedida e testemunho de fé emocionante de Paulo com os irmãos de Éfeso, duas coisas me chamam a atenção, dentre as riquezas da palavra Deus, através das recomendações que o amado apóstolo faz a igreja, antes de sua partida de Mileto, pois não tinha ido a Éfeso, pois queria estar em Jerusalém no dia de Pentecostes.
Primeiro - Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos. Porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus. Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis...,para atraírem os discípulos após si.  - Atos 20:26-30
Paulo fez a vontade de Deus ensinando sempre “todo o conselho de Deus” aos irmãos. Paulo afirmou claramente aos Coríntios que a palavra que ele coloca na fundação ou inicio de uma igreja em uma cidade, era somente Cristo e nada mais alem de Cristo. Ele estava completamente em paz no seu coração e consciência para com Deus, pois nunca ousou colocar nada de si, psicologia, filosofia ou qualquer fermento dos homens, a não ser a doutrina pura dos apóstolos, as palavras do Senhor Jesus, a lei e os profetas. Paulo, devido ao seu profundo relacionamento com o Espírito de Deus, podia pela fé, antever os riscos que o rebanho de Deus iria correr sem sua presença, que como tipo de Cristo, cuidava e amava profundamente os irmãos, com o mesmo amor de Deus. Então os alerta que estes lobos ou enganadores, fariam estragos na igreja, pois não apascentariam o rebanho no modelo da palavra de Deus e conforme o coração de Deus, mas buscariam somente sua própria gloria e exaltação, ao dizer, “para atraírem os discípulos após si”, e não para o verdadeiro pastor, como hoje vemos, este grande engodo que se infiltrou em toda  cristandade no mundo.
Segundo - “Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados.” - Atos 20:31-32. 
Paulo finalmente recomenda aos irmãos que vigiassem, assim como Cristo nos advertiu antes de sua partida, falando que nos últimos dias se levantariam falsos ensinamentos, doutrinas e homens que Ele denominou como falsos cristos, ou seja, homens que iriam usar seus talentos, carismas e astúcias para quererem tomar o lugar do verdadeiro Cristo, na cegueira de seus próprios corações zelosos. Paulo não podendo fazer humanamente mais nada, pois sabia que não veria mais os queridos irmãos, então pela fortaleza da fé em seu coração, coloca a igreja no altar de Deus, nos braços e cuidados do pai, rogando a Deus, que os escondesse e guardasse no seu profundo amor e que os mesmos fossem abrigados na sombra da poderosa palavra da graça de Deus, para que somente pela fidelidade e poder de Deus, os santos continuassem a serem edificados na vida da igreja e assim alcançar herança entre os santificados em Jesus.
Como é difícil aos homens e líderes, entregar suas vidas e talentos totalmente nas mãos de Cristo, o bom pastor! Assim como Abraão não desobedeceu, mas entregou Isaque no altar de Deus, como prova de sua total dependência de Deus, assim também, Cristo só poderá reinar entre os santos, quando os homens a quem Deus conferiu tamanha responsabilidade, entregarem suas vidas, seus cargos, suas lideranças, suas capacidades, os dons do Espírito e todo o rebanho de Cristo no altar de Deus, livrando-se e preservando-se do engano de atraírem os discípulos após si, e assim como Paulo, poderem chegar ao final de suas vidas e dizer a Deus:  “Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos. Porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus. [Toda palavra e vontade de Deus] Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue.  Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós.
Daniel Prado Carneiro – 15.09.12