sábado, 6 de outubro de 2012

A LIBERDADE DE ESTAR GUARDADO EM DEUS

“Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou” – Gálatas 5:1

Estava orando junto com mais dois irmãos, a igreja de Cristo, hoje à noite, então me veio uma alegria e emoção muito forte na oração, quando o Espírito Santo me mostrou a grande felicidade que é estar completamente livre em Deus. Então posso dizer, na liberdade que agora vivo no filho de Deus, que felizes são todos os que estão desfrutando da paz, alegria e descanso desta liberdade que tanto o homem procura, mas que só está ou existe em Deus.

Mas a liberdade que hoje senti, é a liberdade de estar preso somente a Cristo e nada mais. Que experiência fascinante, deslumbrante, que descanso glorioso.  Alguns passam pela vida inteira e não caminham nem um só dia, nesta arrebatadora liberdade, pela qual Cristo morreu para que vivêssemos nela e não presos no sistema do mundo, presos ao dinheiro, a pessoas, ao trabalho, a vícios, a mágoas, a mesquinharia e pobreza da religiosidade humana, as conquistas de vento, as riquezas que nos fazem pobres, a sonhos que são fumaça, a castelos que são de areia, a gloria pessoal que se desvanecerá no juízo de Deus e tantas outras ilusões que nem quero perder meu tempo descrevendo. Só o amor de Cristo nos leva a esta plena e grandiosa liberdade que está em Cristo Jesus. Paulo quando estava em Roma, em prisão domiciliar, ele continuava como sempre, nesta aventurada liberdade de quem se entregou a Cristo por inteiro, sem reservas, chegando à consagração total de toda sua vida. Presos, estavam os soldados romanos que tinham que ficar sempre com Ele. Watchman Nee, Madame Guyon, John Bunyan, nunca perderam esta liberdade. Perderam a liberdade física, mas não a entrega absoluta de amor ao Senhor. Milhares de cristãos, missionários, padres, pastores, viveram a doce e inigualável sensação de realmente estar “firmes na liberdade com que Cristo nos libertou.” 

O gozo desta liberdade é a clara consciência do alto preço que Jesus pagou por minha vida naquela cruz, e atraídos fortemente por esse amor e graça, então nos entregamos totalmente para Deus, convictos e apaixonados. Por isso Paulo afirma com toda confiança e fé, que nada pode nos separar de Deus e seu amor. Nada pode roubar essa liberdade ou nos fazer mal neste mundo, se Deus não permitir. Davi no Salmo 91, Paulo e outros falaram e nos experimentamos hoje, que nossas vidas estão guardadas em Deus. Liberdade é estar imerso em Deus, cercado por um campo de força divino, onde nada mais neste mundo pode nos escravizar, movendo-nos da rocha da nossa salvação. Liberdade é não vivemos para nós mesmos e a cada dia morrer para mim e para o mundo e viver mais para Deus. É deixar ser capturado e transformado por essa atração irresistível que nos enche de gozo, profunda alegria, paz inabalável. Liberdade é um coração transbordando de profunda gratidão, louvor, adoração e disposição constante para agradar e servir somente aquele que nos resgatou da nossa vã maneira de viver, “da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.”- Rom. 8:21

“Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.”  - Rom. 8:35-39

Daniel Prado Carneiro - 06.10.12