sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Perdas e Ganhos

FP 3:7 - Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo.
É da natureza do homem buscar prestigio social, profissional, chamara a atenção para nós mesmos, exibir nossos feitos e às vezes pensamos que tudo e todos devem girar ao nosso redor.
O mundo é cruel, as pessoas são cruéis, ouço constantemente criticas por ser Cristão, ou melhor, como eles gostam de nos chamar Evangélicos, isto por que sempre que surge algo que talvez ira mudar o rumo de nossas vidas falamos, ”Está tudo nas mãos de meu Senhor, se for da vontade Dele, tudo é possível”.
Ouço outros que dizem não querer ser cristãos porque perderam muitas coisas que o mundo tem a oferecer. Mas será verdade?
Outros dizem que não serão cristãs por que proibimos as pessoas de beberem, sendo que os apóstolos e Jesus bebiam vinho. E por mais que expliquemos que o vinho que se faz referencia é o bom vinho derramado pelo Espírito Santo, nada adianta, somos loucos.
Foi então que pensei em Paulo, que admitiu que, para “ganhar a Cristo”, ele teve de abrir mão de todos os seus troféus. E ao fazer um balanço de minha vida, pensei: “O que eu ganho e o que eu perco em seguir a Cristo?
Eu entendi que a felicidade, não está nas coisas deste mundo que são passageiras, pois o que preenche mesmo a minha alma é o precioso amor de Jesus, e a vida eterna que Ele me trouxe juntamente com a esperança e a certeza da vitória e da salvação.
Foi ai que eu perdi a culpa do pecado e ganhei o perdão e a reconciliação com Deus. Perdi a escravidão e ganhei a liberdade em Cristo; perdi a ganância e ganhei a satisfação e a graditão com o que já tenho, sabendo que Deus vai suprir todas as minhas necessidades; perdi a vontade de buscar em festas regadas a bebidas e ganhei a verdadeira festa, de mesmo em meio a grandes dificuldades ter a alegria do Senhor; perdi alguns amigos, que muitas vezes só eram meus amigos por interesse, e ganhei muitos irmãos e irmãs fazendo com que minha família cresce cada vez mais.
Perdi a necessidade de confiar em mim e em meus fracos recursos e ganhei a confiança em um Deus que é muito maior, que sabe todas as coisas, que está sempre presente e me ama. Perdi a necessidade de buscar uma razão para a vida e ganhei a perspectiva de Deus do que realmente importa e que é eterno.
Portanto, dê a Jesus Cristo os direitos de gabar-se da sua vida. Ou, como disse Paulo, “... Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor” (1 Coríntios 1:31), não em você mesmo!
E o melhor lugar do mundo, é o centro da vontade de Deus!
Faça um balanço de sua vida e, se o saldo der negativo, convide Cristo para entrar nela e transformar a sua vida. Com Cristo o saldo de sua vida será sempre positivo.