segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

“JOVENS, SOIS FORTES”

1 Jo 2:14b “...e eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus habita em vós, e já vencestes o maligno”.
            O Senhor Jesus pagou o maior preço que poderia ser pago pelo resgate de nossa alma, livrando-nos da condenação da morte eterna através de Seu sacrifício, Sua morte e ressurreição.
            Baseado nessa certeza de vida eterna o salmista pode dizer: Sl 49:5-8 Por que temeria eu nos dias da adversidade, ao cercar-me a iniqüidade dos meus perseguidores, dos que confiam nos seus bens e se gloriam na multidão das suas riquezas? Nenhum deles de modo algum pode remir a seu irmão, nem por ele dar um resgate a Deus, pois a redenção da sua vida é caríssima, de sorte que os seus recursos não dariam;...”
            Ninguém jamais poderia pagar este preço mas, o Senhor Jesus, o único mediador entre Deus e os homens, pagou-o por nós, dando-nos a Salvação.
Temos a certeza de vida eterna porque fomos alcançados por este resgate e por isso, em gratidão, somos um povo separado para servir ao Senhor Jesus.
            Sl 18:39: “Pois me cingiste de força para a peleja; fizeste abater debaixo de mim aqueles que contra mim se levantaram.”
            Em nossa vida espiritual enfrentamos batalhas diárias contra o inimigo que se apresenta para que nos sintamos derrotados, enfraquecidos, sem forças para lutar.
            Um dos benefícios do resgate de nossa alma é a certeza de termos conosco aquele que nos libertou, lutando por nós, tornando–nos fortes,
            Podemos tirar muitas lições para nossa vida espiritual se observarmos como os servos citados na Palavra alcançaram a vitória. Davi foi um jovem que enfrentou grandes batalhas; o inimigo apresentou-se de várias maneiras para fazê-lo sentir-se derrotado mas ele foi capaz de vencer todas as lutas pois reconhecia, em gratidão, que a sua força vinha do Senhor: Sl 18:1;3: “Eu te amo, ó Senhor, força minha/ Invoco o Senhor, que é digno de louvor e sou salvo dos meus inimigos”.
A luta de Davi contra Golias:
            Davi, firmado nas suas experiências com Deus, ao se dispor a enfrentar o gigante Golias (símbolo da carne) que desafiava o povo de Israel, intimidando e ameaçando, toma as seguintes atitudes:
1.                 RECONHECE QUE A SUA LUTA ERA PARA A VITÓRIA DO POVO DE ISRAEL – a vitória do jovem nas suas lutas é vitória para o CORPO (1 Sm 17:26).
2.                 RECUSA AS ARMAS APRESENTADAS POR SAUL – recusar as armas oferecidas pela tradição e força humana (1 Sm 17:39); recusar os recursos enganosos que o mundo apresenta aos jovens como meio de adquirir vitória em suas vidas.
            A palavra de Deus nos ensina: Rm 12.2 “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.
3.                 TOMA O SEU CAJADO NA MÃO – reconhece a necessidade da direção do Espírito Santo. (1 Sm 17:40)
4.                 DESCE AO RIBEIRO – humilhou-se (1 Sm 17:40). Em cada luta, seja ela grande ou pequena, devemos buscar a orientação de Deus, reconhecendo a nossa pequenez.
5.                 PEGA AS PEDRAS (1 Sm 17:40) – são as bênçãos que o Espírito Santo reserva para aqueles que se humilham e o buscam.
6.                 CONFIADO NO SENHOR (1 Sm 17:45) – não confiar na sua própria razão nem na sua força. Não ser afoito a ponto de se expor ao inimigo.
7.                 AGE COM FIRMEZA – Davi apresenta a sua experiência de lutas e vitórias anteriores que fortalecia a sua fé reconhecendo que se o Senhor o livrara da mão do leão e do urso, então certamente o livraria da mão do filisteu (1 Sm 17:36, 37)
8.                 MATA O GIGANTE – Davi vence definitivamente o inimigo que se apresenta como o mais forte para destruir (1 Sm 17:49); era apenas um jovem, mas suas atitudes e pensamentos estavam firmados na revelação.
            A carne é o nosso grande inimigo. José, também ainda jovem, enfrentou a mulher de Potifar (Gn 39:9) e resistiu ao apelo da carne; foi jogado na prisão “o Senhor, porém, era com José” (Gn 39:21) e ele pode ser forte, o Espírito Santo habitava nele: 1 Jo 2:14 “... jovens, .... sois fortes, e a palavra de Deus habita em vós, e já vencestes o maligno”.
            Jesus veio pra vencer a morte, nos dando a vitória em todas as nossas lutas, vida eterna.
JOVENS, SOIS FORTES, A PALAVRA DE DEUS HABITA EM VÓS:
            Os jovens estão sendo convocados para a evangelização - uma luta que “não é contra carne e sangue” (Ef 6:12). Para isso é necessário estarmos preparados, fortalecidos “no Senhor, na força do seu poder” (Ef 6:10).
            Davi só se dirigiu ao inimigo quando estava fortalecido, na posse das armas espirituais pois  sabia das suas limitações: 2 Sm 22:18: “Livrou-me do meu possante inimigo e daqueles que me odiavam; porque eram fortes demais para mim”.
            Muitas coisas podem parecer fortes demais aos jovens: a música profana, certos programas de TV, a Internet, a faculdade com seus ensinos e filosofias muitas vezes contrários a Palavra ou o namoro fora da orientação do Senhor.
            O jovem que está na direção do Espírito Santo discerne o perigo, mantém-se distante daquilo que pode enfraquecê-lo e até matá-lo espiritualmente e torna-se capaz de destruir aquilo que se apresenta como forte para ele com as armas espirituais que o Senhor tem colocado à sua disposição, como o clamor pelo sangue de Jesus, jejum, oração, madrugadas, imposição das mãos, etc.
            Davi proclama este livramento no Salmo 18:39: “Pois me cingiste de força para a peleja; fizeste abater debaixo de mim aqueles que contra mim se levantaram.”
            A posição do jovem em relação ao mundo é de contínua vigilância, buscando experiências com o Senhor, com os dons espirituais, preservando a bênção recebida, fortalecido, com o Espírito Santo habitando em sua vida, será forte e poderá levar a Palavra aos que também necessitam receber “tão grande salvação”, alertando-os para o grande dia do Senhor que está próximo.
            1 Jo 2:14  “Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.”