segunda-feira, 11 de março de 2013

Culto da Maranata reúne milhares de fiéis em Vitória

Segundo cálculos da Polícia Militar, cerca de 130 mil pessoas estavam na Praça do Papa



Guilherme Sillvagusilva@redegazeta.com.br

Uma multidão se reuniu ontem, na 3º Grande Reunião de Evangelização, evento que marca o início da comemoração dos 45 anos da Igreja Cristã Maranata. Segundo dados da organização do evento e da Polícia Militar, 130 mil pessoas compareceram à Praça do Papa, em Vitória.
Com fiéis de faixas etárias variadas, o culto começou pontualmente às 17 horas e foi transmitido, via internet, para 97 países e teve tradução simultânea em cinco idiomas para que integrantes em outros lugares do mundo pudessem acompanhar o evento. O coral infantil composto por 1,5 mil vozes se apresentou logo no início do culto.
Foto: Guilherme Sillva | A GAZETA
Guilherme Sillva | A GAZETA
Evento da Maranata na Praça do Papa reuniu milhares de fiéis
O pastor Daniel Moreira abriu o culto e deu destaque para as tragédias naturais que ocorreram nos últimos anos, como o terremoto no Chile e o furacão em Nova Orleans, alertando para a volta de Jesus, que é lema usado pela denominação.
Já o pastor Gedelti Gueiros, presidente da igreja, convocou os fiéis para oração. “Esse culto é um grito de alerta para os sinais de que cada fiel tem que dizer para os familiares”, disse.
Durante a reunião, que durou cerca de 1h30, e também teve a participação do coral adulto com 1,2 mil pessoas, momento de muitas emoção entre os fiéis. De acordo com um dos coordenadores do culto, Elson Reis, 9.500 voluntários estavam espalhados pela Praça do Papa.
“O local foi dividido por regiões para facilitar a organização. Mesmo assim, 15 mil fiéis não conseguiram chegar e assistiram ao culto das igrejas, através do sinal de satélite”.
Diversas autoridades políticas prestigiaram o culto como o governador Renato Casagrande, o senador Ricardo Ferraço, o deputado federal Lelo Coimbra e o deputado estadual Sérgio Borges.
Com o calor da tarde, muitos participantes passaram mal e foram levados para os postos médicos do local, entre eles a deputada Aparecida Denadai, que também particpou do do encontro.

Trânsito

A reunião terminou por volta das 19h e impactou o trânsito em vários pontos da cidade, causando diversos congestionamentos. Muitos motoristas reclamaram que membros da igreja é que estavam nas ruas para tentar organizar o tumulto.
O trânsito ficou engarrafado em Camburi, na Reta da Penha (sentido 3º Ponte), nas Avenidas Leitão da Silva e Beira-Mar, em Jardim da Penha e na Enseada do Suá.
Fonte: A Gazeta